Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Braveheart Girl

28
Mar16

Da Série Divergente - Convergente 1ª parte

M

Divergente é a minha trilogia de livros preferida, e como tal, também precisava de ver os filmes baseados nos fantásticos livros de Veronica Roth. O que tenho notado é que há uma grande diferença entre os livros e os filmes, mas não posso deixar de gostar dos filmes baseados nos livros desta triologia, não só porque recriam a realidade dos livros, mas também porque neles podemos ver "em ação" aquilo que lemos anteriormente. Pode-se dizer que os filmes têm de tudo: romance, comédia, drama, guerra, ação mas sobretudo são filmes de ficção científica que se passam numa cidade do futuro dividida em cinco fações, que estão instruídas para manterem a paz.

Sinopse

No Divergente narra-se a história de Beactrice Prior, uma adolescente que tem de escolher a fação onde se vai integrar e posteriormente das dificuldades enfrentadas na aceitação pelos membros da sua fação, na passagem das diversas fases de iniciação, na falta que ela sente pela sua família e no romance que vive com "Four", aparentemente algo agressivo e frio mas que na verdade é de uma bondade e altruísmo extremo. Insurgente continua a história de Tris, Four e os seus companheiros, na fuga que fazem para outras fações, de forma a escaparem a Jeanine Matthews que quer matar todos os Divergentes e na guerra planeada por eles para a derrubarem do poder enquanto Tris enfrenta vários desafios após a morte dos pais e de um dos seus melhores amgios.

Finalmente na primeira parte do Convergente, depois de algumas revelações, Tris, Four e os seus amigos, tentam atravessar o muro que separa a sua cidade do resto do Mundo, desconhecido até então e é relatada a sua chegada a um Mundo totalmente diferente, com um governante que subdivide a população em Puros e Danificados, sendo que também há o relato de todos os desafios que estes vão ter de passar para garantirem o bem estar da sua cidade.

Opinião

Tal como eu disse, sou completamente viciada nestes livros e nos filmes, pode-se dizer que sou fã. Gostei muito desta primeira parte do Convergente, porque embora como eu já disse seja um filme de ficção científica narra situações reais e atuais, como o preconceito, a hierarquização da sociedade, amanipulação, corrupção e tirania, a guerra e tudo o que ela nos leva a fazer, mas mais que tudo, narra o amor: entre amigos, entre mãe e filho, entre namorado e namorada, o amor no seu todo e em todo o seu esplendor, narra as dificuldades por que o amor passa mas também o empenho por ultrapassar as dificuldades, por tentar que esse amor não se apague, não se desvaneça, mas continue firme.

Para além disso conta com a presença dos meus atores preferidos, Shailene Woodley e Theo James, o que só por si para mim já é um fator que contribui para que valha a pena vê-lo. Acho que é um filme basicamente para todos os gostos, mas especialmente para quem gostar de ficção científica, como eu.

Recomendação

Tal que, como não podia deixar de ser, vos recomendo que leiam a Trilogia, ou que vejam os dois primeiros filmes (se ainda não tiverem visto) antes de verem este. Pessoalmente, prefiro os livros, não sei porquê, mas o estilo de escrita de Veronica Roth fascina-me, mas há quem não tenha paciência ou tempo para os ler portanto os filmes são sempre uma boa opção.

Classificação da Braveheart Girl- 9/10

 

28
Mar16

Vida nova

M

Olá a todos. Espero que tenham tido uma ótima Páscoa, recheada de amêndoas, de sorrisos e de todos os que vocês amam.

Desculpem pela ausência nos últimos dias mas tirei umas fériazinhas a passear pelas terras do Douro. Depois mais tarde, quando descarregar as fotos da viagem, prometo contar-vos todos os detalhes.

Como cristã, a Páscoa para mim significa começar de novo, ser uma pessoa melhor, ou pelo menos esforçar-me para o ser. Acho que mesmo para quem não partilha a minha religião e a minha ideologia, nunca é tarde para começar de novo, nunca é tarde para tentarmos ser melhores pessoas, amigos, pais...

E, tal como os outros dias especiais, a Páscoa pode ser todos os dias. Todos os dias de manhã devemos levantar-nos com o entusiasmo de um novo dia de vida, uma nova oportunidade para nos esmerarmos para "renascermos", para nos aperfeiçoarmos. Acho que se o Mundo de hoje estivesse mais preocupado em ser melhor, mais bondoso, pacífico, alegre... em vez de estarmos sempre  criticar as pessoas, a espalhar desordem, violência, zangas por todo o lado, viveríamos sem dúvida num sítio melhor. E não vale a pena dizermos que uma pessoa não faz a diferença, porque uma longa viagem começa com um simples passo e se ninguém der esse passo, aparentemente tão simples, mas também tão difícil de dar, fica tudo na mesma, tudo igual.

Portanto, resumindo e conclcuindo, acho que é disto que precisamos. De renascer e de procurarmos ser melhores, de procurarmos combater a maldade que está intimamente ligada ao ser humano.

 

Beijinhos,

M.

Fonte da imagem: tumblr

24
Mar16

Orgulhosa

M

Bom dia a todos! Hoje está um dia lindo lá fora assim como no meu coração.

As notas da escola saíram ontem e fiquei muito orgulhosa dos resultados.

Não sei se já sentiram aquela sensação de autorealização dentro de vocês, algo que vos faz sentir mesmo bem, como se a vida, embora com todas as adversidades, possa tomar um rumo mais feliz só por causa dessa sensação.

Agora é continuar e manter as notas :)

 

 

23
Mar16

A situação Mundial - terrorismo

M

 

Penso que é do conhecimento de todos que ontem, dia 22 de março de 2016, se verificou mais um ataque terrorista, desta vez em Bruxelas, capital da Bélgica. Duas explosões, uma no aeroporto Zaventem e outra na estação de metro de Maalbeek, provocaram 34 mortos e mais de 200 feridos. Pensa-se que o atentado foi realizado como retaliação pela detenção de um dos possíveis terroristas que atacaram a França, no passado 13 de novembro.

Não sei como e que estas pessoas continuam a matar inocentes, a marcar a vida das pessoas da pior forma possível. Não percebo como é que mesmo depois de todas estas medidas de segurança tomadas eles continuam a ter a ousadia de fazer tal coisa. Eles não deviam ter morrido. Deviam ter ficado bem vivos, durante muitos anos, a sofrer os remorsos da dor que causaram. Mas depois penso que eles não têm um pingo de humanidade, que por isso não sentiriam sequer quaisquer remorsos. Então espero que estejam no inferno, espero que o Deus deles lhes dê o castigo necessário.

Acho que agora, mais do que nunca, nos temos de unir e de demonstrar a nossa solidariedade para com o povo belga. Não nos esqueçamos que terroristas há em toda a parte, que qualquer dia podemos ser nós a precisar de ajuda.

Enquanto esse dia não chega a única coisa que podemos fazer contra o terrorismo é não ter medo (ou pelo menos não demonstrar esse medo). O objetivo desses terroristas é deixar-nos assustados, então, não terão o nosso medo.

Dar-lhes-emos a outra face. É a única coisa certa a fazer.

#Pray for Brussels

 

 

22
Mar16

Quebrando os mitos ilusórios sobre os solteiros

M

Não sei se já repararam, nem se concordam comigo, mas a maioria das pessoas de hoje, pensa que ser solteiro é quase como que um crime, e que só quem não tem capacidade suficiente para ter um namorado, um marido, para assumir um compromisso, é que se tem de resignar a ficar sozinho.

Em defesa de todos os solteiros (eu própria incluída) não acho que faça sentido as pessoas pensarem assim.

Acho que não é solteiro apenas quem ainda não encontrou ninguém com quem se sinta feliz. Há muitas pessoas que estão "sozinhas" por escolha, que não se conseguem ver num relacionamento, que preferem a sua liberdade a ter de partilhar uma vida com outra pessoa, e isto não se trata de egoísmo, mas sim de autovalorização, de amor à liberdade e à independência. Depois também acho que há um esteriótipo criado para os solteiros: muitas vezes as pessoas pensam que só porque temos este estado, andamos por aí sem regras, em festas e bares  todas as noites (enfim que temos uma vida boémia), que temos todos os vícios e mais alguns. Isto não corresponde minimamente à verdade, pelo menos na maior parte dos casos, os solteiros são pessoas íntegras, que se sabem divertir, mas que também gostam do seu sossego, do seu espaço.

Acho que a sociedade ainda um pouco conservadora de hoje tem de evoluir, de deixar de pensar que o estado de uma pessoa a define, que que casados, solteiros ou divorciados, são pessoas com o mesmo valor, que apenas escolheram ou foram submetidas a modos de vida e mentalidades diferentes. Não podemos julgar uma pessoa, seja pelo que for.

Beijinhos,

M.

 

21
Mar16

Não percebo...

M

Não percebo porque é que a vida é tão complicada, não percebo porque é que tem de ser assim.

Segundo aquilo que sempre me ensinaram, depois de muito trabalho devíamos conseguir que as coisas acontecessem. Mas cada vez mais reparo que quem se esforça, quem tenta a sério, acaba magoado, acaba a sofrer, a esforçar-se ainda mais sem nunca conseguir o que quer. Já quem não se importa com nada, tem tudo aquilo que quer, quando quer.

Todos erramos, mas quem se arrepende dos seus erros não é perdoado, enquanto que quem fica de consciência leve, ainda recebe um pedido de desculpas daqueles a quem fizeram mal.

Os que amam realmente alguém esforçam-se para o/a conquistar, mas sem sucesso enquanto que os que já têm quem os ame arranjam sempre mais algum admirador.

Os que trabalham arduamente nesta vida só recebem um molhe de moedas, enquanto que quem fica de papo para o ar o dia todo, consegue que a vida lhe sorria e ainda lhe dê um grande maço de notas.

Os que cometem crimes escapam-se de punição, enquanto que inocentes são presos no lugar destes.

Alguns preferem o ódio ao amor, a guerra à paz, a falsidade à honestidade, a estupidez à inteligência, e são recompensados por escolherem o mais fácil. Os outros lutam arduamente e ficam de mãos a abanar.

Esta vida parece que anda um pouco ao contrário, ou serei só eu a pensar assim?

M.

 Fonte da imagem: internet

21
Mar16

Forma rápida e prática de fazer exercício

M

Olá a todos! Hoje estou literalmente partida aos bocados depois de ter feito uma sessão intensiva de exercício físico. Há sempre que manter a boa forma, e agora que estou de férias tenho muito mais tempo para cuidar dessa parte tão importante.

Para quem não pratica nenhum desporto, porque não gosta particularmente de nenhum ou simplesmente porque não tem tempo, é ideal fazer algum tipo de atividade física quer passe por caminhar, ir ao ginásio, ou fazer treino funcional.

O treino funcional é um treino intensivo, em que num curto espaço de tempo, pode-se fazer um conjunto de exercícios bastante cansativos, de forma a não perdermos muito tempo e gastarmos as derradeiras calorias.

Como eu gosto de praticar exercício todos os dias mas nem sempre tenho muito tempo instalei um programa, 7minutos, á partir do qual vocês podem fazer este tipo de treino: em 7 minutos. Tem 12 exercícios muito simples, que devem fazer durante um certo tempo (a aplicação funciona como um temporizador, contando o tempo) e podem programar a app para fazer quantas repetições quiserem, durante quanto tempo quiserem. Mas cuidado, não comecem logo a matar! Por fim, a aplicação ainda conta o número de treinos que fizeram, e pode ser também programada para enviar um lembrete para o telemóvel para os mais esquecidos se lembrarem do seu treino diário.

Bom exercício,

M.

 Fonte da imagem: internet

20
Mar16

Um espaço novo

M

Olá a todos, nem acredito que finalmente nos vamos conhecer.

Eu sou a M, tenho 15 anos e este é o meu blog. Já escrevi textos para outros blogs, mas nunca para um blog meu. É tão bom finalmente ter um cantinho só para mim.

Ainda não decidi muito especificamente sobre o que vou escrever mas contem com desabafos, reflexões, concelhos, dicas variadas... Espero não vos desiludir e vou começar a trabalhar nisso mal possa.

Por enquanto só vos posso contar uma coisa: ainda estou a tentar descobrir como ser uma verdadeira Braveheart Girl :)

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs de Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D